top of page

Como saber se minha empresa está pronta para a internacionalização?

Atualizado: 2 de ago. de 2023


O processo de internacionalização de uma empresa costuma ser progressivo e por etapas. Inicia-se com a exportação de alguns produtos, normalmente em marketplaces, fase que servirá também como teste de mercado.

Após, adicionam-se mais produtos e retiram-se outros, adequando-se rótulos, embalagens e até mesmo características e componentes, como forma de adaptação. A criação de linhas de produtos apenas para o estrangeiro ou para determinado país é muito comum.

Por fim, iniciam-se os estudos de vantagens e desvantagens da abertura de uma unidade no estrangeiro: uma unidade fabril, uma loja conceito, stands de vendas em aeroportos e shoppings, escritórios de representação, casa tipo de empreendimento demanda uma estratégia específica.

Ao final do processo, pode ser conveniente a inversão da relação sede-filiais, com o estabelecimento da matriz no estrangeiro, como aconteceu, para citar alguns exemplos, com a Taurus, Normaii e Osklen.


Como saber se meu produto ou serviço pode ser internacionalizado?


Regra geral, qualquer produto ou serviço que contenha algum diferencial atrativo para o mercado estrangeiro é passível de internacionalização com a abertura de sedes ou filiais o estrangeiro.

Fábrica de cintos e sapatos, confecção de skates e bonés, serviços de spa e terapias naturais, fábrica de chocolates ou cafés orgânicos, equipamentos de mergulho, cosméticos com bioativos naturais, comércio de eletrônicos, comércio de produtos alimentícios, bikinis e roupas de banho, customização de computadores, serviço de tatuagem etc.: todo ramo é capaz de ser internacionalizado, desde que se façam as corretas adaptações à legislação local e ao mercado.


Alguns mercados estão ansiosos por novidades oriundas do Brasil. Por exemplo, Itália, Holanda e Suécia são mercados extremamente atrativos para designers brasileiros. Estados Unidos e Suíça representam um excelente mercado para acessórios em couro. Alemanha, Japão e EUA são o destino natural e obrigatório de fabricantes de cosméticos com bioativos de florestas brasileiras.

Prepare a sua marca para a internacionalização. Introduza o tema em seu plano de negócios e desde já procure adaptar seus produtos e serviços para o estrangeiro. Estudo obter fomentos, no Brasil ou no exterior, investimentos ou financiamento. Não deixe de procurar uma consultoria qualificada e responsável, capaz de orientar o crescimento internacional de sua empresa com o compliance e o due diligence apropriados.


Possuo dupla cidadania. Isto me dá alguma vantagem para abrir um negócio no exterior?


SIM! O portador de uma nacionalidade europeia, ainda que nunca tenha vivido no país, possui diversas vantagens e mesmo estímulos para abrir seu negócio na União Europeia.

As vantagens incluem a possibilidade de fixar residência e abrir “CNPJs” sem prestação de garantias ou contratação de seguros, obter assinatura digital válida em toda a união europeia, contratar empréstimos sem a prestação de garantias adicionais, entre outras.

Mas não é só. Em muitos casos, o titular de cidadania europeia terá facilidades na hora de inscrever sua empresa em programas de fomento, privados ou governamentais, e ao buscar aceleradoras, pouco importa o tamanho de sua empresa ou a fase de seu negócio.

Além disso, o titular de cidadania europeia e administrador de empresa europeia pode obter visto de trabalho e contratar mão-de-obra brasileira sem justificativas adicionais.

Por fim, na União Europeia a maioria das profissões não é regulamentada. Isto significa que você, portador de nacionalidade europeia, que trabalha, por exemplo, com TI, como jornalista, com confeitaria, como cabeleireiro, como designer de joias, dentre muitas e muitas profissões, pode, a qualquer tempo, se mudar para Portugal, Itália, Espanha ou Alemanha, e lá trabalhar ou iniciar seu negócio.

Se você é titular de dupla nacionalidade europeia e deseja transferir seu trabalho e sua família para o exterior, procure uma consultoria qualificada, capaz de indicar um passo a passo seguro e capaz de vencer a burocracia do país de destino, evitando a perda de tempo e de recursos.


13 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page